Tag Archives: crianca irritada

Estresse Infantil

Olá! Neste post venho fazer um apelo. Nós, enquanto pais, erramos muito no dia a dia. Como mãe, vivo aprendendo com a Sofia lições sobre relacionamentos e em como lidar com sentimentos, por exemplo. Na última semana ela retomou às atividades escolares e começou a cumprir agenda de compromissos para este semestre.

Cuidado! Além da carga horária escolar, aulas extracurriculares demandam tempo e esforço por parte da criança. O “vai e vem” já é cansativo para os pais, que se desdobram para levar e buscar, mas não se esqueça da criança. Sejamos altruístas: vamos nos colocar no lugar delas.

Convido você a repensar nos cursos, em priorizar uma atividade que seja para agregar conhecimento e outro que seja esportivo e/ou de lazer. Isso porque a gente, enquanto adultos, tentamos fazer dar certo nossos horários com os horários dos filhos. Não é errado aproveitar o horário em que os pequenos estão em uma atividade para adiantar algo em nossa agenda, como aquele horário da academia ou de fazer compras no açougue ou sacolão. Porém é errado condicionar uma tarefa nossa a uma tarefa do filho ou ocupar o filho para que “tenhamos” tempo.

As crianças tendem a demonstrar sinais de que estão tristes e não inclinadas a cumprir os compromissos que muitas vezes são impostos a elas. Não só a cara amarrada ou a “má vontade”, mas distúrbios de comportamento, alterações no sono e apetite são sinais de que a criança pode estar estressada e acúmulo de atividades piora o quadro consideravelmente.

filho estresseConverse com seu filho(a)! O diálogo é a melhor alternativa. Entrem em comum acordo que seja bom tanto para você quanto para a criança. Pense que elas têm que aproveitar a infância de forma que seja branda e saudosa. Não é época de muitos compromissos e agenda cheia.

Vejo muitos pais estressados e apelando no trânsito, ao telefone; com a cara amarrada sabe. Isso reflete nos filhos, em suas atitudes e meu pedido é que você se polícia. Tenho feito isso e, como mãe, deixo o pedido, o alerta para que você influencie o dia a dia do pequeno de uma maneira que seja vantajoso, prazeroso e enriquecedor para eles. Não repasse os seus sonhos de forma que frustre seu filho. Não torne uma tarefa uma obrigação por questões que atendam à sua agenda, aos seus sonhos

Reflita. Que possamos ser pessoas melhores e proporcionar aos nossos filhos meios para que eles sejam bons cidadãos e pessoas do bem. Lembre-se que somos as principais referências das crianças, tanto para coisas boas quanto às ruins. Policie-se!

DICA DE LEITURA

“A depressão afeta 2% das crianças e até 5% dos adolescentes. Sabe-se ainda que a depressão na infância e na adolescência pode influenciar negativamente o desenvolvimento e o desempenho escolar, além de aumentar o risco de abuso de substâncias químicas e de suicídio. Somente 50% dos adolescentes com depressão recebem o diagnóstico antes de se tornarem adultos” – leia mais nesta matéria publicada pela Veja.

Uma semana de muita luz para você e toda sua família. Obrigada pela companhia e até amanhã!